quarta-feira, 3 de julho de 2013

Fortalecimento do abdômen e lombar podem afastar dores nas costas





Aprenda a fazer exercícios práticos e melhore a saúde do seu corpo


Sustentação, mobilidade e agilidade da estrutura corporal. Essas são algumas das funções da coluna vertebral. E quando melhor o seu estado, melhor a realização destas tarefas. É por isso que precisamos cuidar muito bem da saúde da coluna e isso pode acontecer com o fortalecimento do abdômen e lombar.

Veja também as posições corretas para dormir e evite dores nas costas.

Segundo o ortopedista da Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp) Alexandre Elias, em entrevista dada ao site webrun, dormir adequadamente é fundamental. Para ele, a atividade física exerce pressão na coluna e fortalecer os músculos em volta dessa região. Assim, evita as dores.

Porém, para ter a região central do corpo (core) bem fortalecida, cuidados são fundamentais. Não se deve alongar antes do exercício. Aquecer o corpo de forma específica é mais benéfico ao corredor.

Um dos exercícios excelentes é o agachamento de arranco. Basta flexionar os joelhos até que se forma um ângulo de 90°. Lembrar sempre de manter a coluna ereta e o abdômen contraído. Use a sequência de três séries de 10.

Barriga tanquinho: Quando uma pessoa começa na academia, logo pensa em ter uma barriga perfeita. Um bom atleta e até mesmo, esportista de finais de semana, deve trabalhar todos os grupos musculares. Não se iluda. Muitas barrigas de tanquinho são oriundas de cirurgias plásticas e constantes lipoaspirações. Viver com saúde é a melhor forma de se sentir bonito(a).

Além dos exercícios de fortalecimento, o Pilates é uma boa alternativa para fortalecimento do abdômen e da lombar.

Veja mais dicas ilustrativas de exercícios que fortalecem o abdômen e a lombar par evitar problemas na coluna. Quando tiver dúvida, procure um personal trainer. Ele irá lhe indicar os melhores caminhos, fazer uma avaliação das suas necessidades e limitações.

O primeiro exercício deve ser realizado com os cotovelos e as pontas dos pés apoiadas, na posição ventral. Assim que se sentir estabilizado, deve-se esticar um dos braços, conforme no infográfico abaixo.

O segundo exercício do circuito também é na posição de prancha ventral, mas dessa vez as mãos e os joelhos servirão de apoio e não os cotovelos e as pontas dos pés. Veja no quadro abaixo.


O último exercício é a prancha lateral, que pode ser feita no formato “estrela” ou tradicional, sem elevar o braço que não serve de apoio.



Receba por e-mail