sábado, 22 de dezembro de 2012

Tudo sobre Erva-de-Santa-Maria





Erva de Santa Maria é vermífuga, laxativa, boa em casos de gases, úlcera, câimbras, angina, má circulação, contusão, hemorragia interna e hemorroidas.


A erva de Santa Maria (chenopodium ambrosioides) é uma planta de caráter medicinal. É cicatrizante, anti-inflamatória e funciona como ativador de circulação, acelerando a regeneração muscular e reduzindo as manchas roxas (provocadas por confusões).

Também conhecida como mastruz ou mentruz, a erva de Santa Maria é pertencente a mesma família do espinafre. Para alguns, essa planta de cheiro forte e inconfundível é apenas uma planta invasora, mas para outros, essa espécie tem características medicinais importantes. É utilizada para fins cicatrizantes, através da maceração das folhas junto com sal aplicada no local da ferida. Também, se adicionada ao leite, tem ações anti-helmínticas ( combate aos vermes.


Esta erva é vermífuga, laxativa, boa em casos de gases, úlcera, câimbras, angina, má circulação, contusão, hemorragia interna e hemorroidas.


O chá preparado com as folhas é pouco eficiente contra vermes intestinais, mas é estimulante estomacal.


Dicas da Vovó: é também indicada para combater a dança de são vito e usada contra a tuberculose ( uma colher de sopa de sumo em jejum).

Contraindicações

Devido ao efeito tóxico e abortivo, mulheres grávidas não devem usá-la, e tampouco crianças com até 2 anos.

Receba por e-mail