segunda-feira, 6 de maio de 2013

Tudo sobre a castanha da índia







A Castanha da índia é uma árvore cujo fruto designa-se como castanha-da-índia, e é usado pela medicina popular contra problemas de circulação sanguínea.

É também indicado para afecções e ativação da circulação periférica, contra úlceras varicosas; varizes, cólicas menstruais, dores venosas, inchaço por má circulação, flebites (inflamação de veia ocorrida geralmente nas pernas), hemorroida, insuficiência crônica venal, problemas de pele (dermatite, eczema, inflamações gerais), peso e dor nas pernas (câimbras ou pernas cansadas).

Dicas da vovó: para doenças da pele (dermatites, eczemas e inflamações gerais): utilizar como lavagens e compressas, aplicando durante 15 minutos sem friccionar.

Contraindicações: gravidez, amamentação, crianças. E para pacientes medicados com anticoagulante. Não deve ser usado por crianças até 7 anos de idade. Altas doses podem provocar vômitos, sede, distúrbios visuais, urticária e sangramentos.

A castanha da índia, planta originária da Grécia e Ásia Ocidental, aumenta o tônus e a resistência das veias e diminui a fragilidade capilar, sendo indicada também no tratamento de varizes e hemorroidas.

Castanha da índia emagrece?

Por um lado, as propriedades da castanha da Índia seriam laxante, diurético, depurativa e saciante. Todas, algumas mais, outras menos, maravilhosas para a perda de peso. Mas também, talvez, o ponto de partida dos seus efeitos adversos. Basta ler os tópicos de comentários de qualquer publicação sobre ela, para ver casos em que o uso desta planta causou problemas de saúde significativos. Por isso, fica determinado que ela não emagrece e sim, prejudica o organismo se consumida em excesso. Para emagrecer, a dica é dieta balanceada + exercícios físicos regulares.

Receba por e-mail