segunda-feira, 4 de março de 2013

Tudo sobre a vitamina B1








Saiba para que serve, onde encontrá-la e viva de forma mais saudável





A vitamina B1 tem as seguintes funções no organismo: é importante para o bom funcionamento do sistema nervoso, dos músculos e do coração; auxilia as células no metabolismo da glicose; e sua deficiência causa lesão cerebral potencialmente irreversível.



A carência desta vitamina na alimentação humana pode conduzir à avitaminose, apresentando diferentes quadros clínicos, incluindo a síndrome de Wernicke-korsakoff e o beribéri.



Também pode acarretar insônia, nervosismo, irritação, fadiga, depressão, perda de apetite e energia, dores no abdômen e no peito, sensação de agulhadas e queimação nos pés, perda de tato e da memória e problemas de concentração.






A deficiência ocorre frequentemente em pacientes com dependência de álcool, desnutridos, com vômitos constantes (incluindo gestantes com hiperêmese gravídica) e após cirurgia bariátrica (gastroplastia redutora).



Podem prejudicar a absorção da vitamina B1: álcool, café, cigarro e antiácido.



Síndrome de korsakoff é a manifestação neurológica crônica da deficiência de tiamina. Caracterizada por amnésia anterógrada, confabulação e desorientação. Acompanham esses sintomas uma severa apatia e desinteresse por parte do doente, que muitas vezes não é capaz de uma visão crítica sobre sua condição.



Os sintomas da Baribéri ( provocada pela carência de vitamina B1) incluem perda de peso, distúrbios emocionais, inflamação e degeneração dos nervos, fraqueza e dor nos membros, períodos de batimento cardíaco irregular e edema, insuficiência cardíaca, distúrbio mental, perda de apetite e de energia.




As fontes de vitamina B1 são ervilha, feijão, pão integral, fiambre, arroz integral, cereal integral, nos, fígado, rim, carne suína, peixe, amendoim, legumes, linhaça, verduras amargas, gema de ovo, beterraba, jaca, laranja, limão e maça.

Receba por e-mail