domingo, 11 de novembro de 2012

Tudo sobre os alimentos e a alimentação




Aprenda sobre as propriedades dos alimentos, como compor as refeições e melhorar seus hábitos de vida, emagrecendo com saúde ou mantendo medidas

Combinação das melhores classes de alimentos é o segredo
para a manutenção de uma saúde excelente
Dizem os sábios antigos que a alimentação é uma ciência e até quem arrisque dizer que é uma arte. 

Com o passar do tempo, a alimentação foi perdendo seu valor. Antes, os valores naturais das verduras e frutas eram levados em consideração. Hoje a comida é industrializada e os conservantes colocados nos enlatados empobrecem o valor dos elementos contidos na comida. 

Uma boa alimentação deve ser baseada em frutas, verduras, amêndoas e cereais. Esses quatro elementos, juntos em uma alimentação balanceada, são a receita do sucesso.


Segredos para emagrecer com saúde.

As refeições precisam ser demoradas. Comer com pressa é inadequado. O Segredo é sentir o sabor dos alimentos e mastigar muitas vezes a comida. Assim, o seu organismo vai sentir a saciedade e você acaba comendo menos. Nas refeições principais, comer primeiro a verdura pra depois o prato chefe, é um segredo. 

O que comer nas refeições principais?

O segredo da boa alimentação está em comer mais vezes ao dia, em menor quantidade. Sendo assim, vamos ao cardápio adequado.

Manhã – Os melhores alimentos são as frutas doces e semi-ácidas como o mamão, a banana e a maçã. Sem muita mistura e uma só fruta por vez. Ou suco de várias espécies de folhas sem adoçantes.

Meio dia – o importante é variar frequentemente o cardápio. Muitas verduras e hortaliças cruas no início do almoço. Evitar após o almoço qualquer coisa doce, pois o doce provoca fermentação e azia. Se prefere sobremesa, use uma fruta.

A noite – deve ser comida leve, evitando as feijoadas, frituras e sobretudo a carne. No jantar, muito tarde para não digerir na cama. Se você só comer e for dormir, seu organismo vai absorver mais gorduras da comida.

Conhecendo a divisão dos alimentos.

1 – Proteínas: alimentos construtores: formam músculos, cérebro e corpo. São encontrados nos alimentos de origem animal e vegetal.

2 – Hidratos de Carbono: são alimentos energéticos ( dão força). São encontrados principalmente nos cereais e nas oleaginosas.

3 – Vitaminas e sais minerais: São alimentos protetores do organismo. Encontram-se de modo geral nas folhas, raízes e sementes e nos alimentos de ordem vegetal e no sal.

Classificação dos alimentos.

Cereais: por cereais, entendemos todo tipo de grãos que contém amido, como o trigo, centeio, aveia, milho, arroz, cevada, sorgo incluindo também seus derivados como a polenta, o pão, o macarrão. Os cereais são alimentos, por isso não devem ser misturados. Devem-se comer um tipo de cada vez.
Legumes ou leguminosas: são os alimentos que frutificam dentro das vagens, como soja, feijões, ervilhas, favos, grão-de-bico, lentilhas, etc. são produtos ricos em proteínas. Não é bom misturá-los com cereais.
Tubérculos Feculentos: são as raízes e batatas que são produzidas dentro da terra, como o cará, inhame, mandioca ou aipim, batata inglesa, batata doce, etc. não combinam com cereais, mas sim com as leguminosas.
Verduras: são todas as folhas que se possa comer. Combinam com todos os tipos de alimentação. Mas não podem ser misturadas com as frutas. Pois as vitaminas e os sais não combinam provocando fermentação. Nesse caso, elas podem ocasionar uma azia. No entanto, hoje já são comuns combinações de sucos de frutas com caldos de legumes. Tudo em benefícios ao organismo. Para esse ponto, é bom consultar um nutricionista.
Hortaliças: beterraba, cenoura, alho, cebola, chuchu, pepino, tomate, abobora, moranga, palmito, quiabo, abobrinha, etc. o certo é come-las cruas. Combinam com qualquer tipo de alimentação.
Oleaginosas: são produtos que contém óleo, como: castanha, amendoim, azeitona, pinhão, sementes de girassol, caju, sementes de abóbora, gergelim. Esses produtos não combinam com as carnes. Transportam as vitaminas.
Frutas: para melhor compreensão são divididas em três grupos. Frutas doces, semi-ácidas e ácidas.

Quais os tipos de gorduras ou lipídios?

Existem gorduras de origem animal e vegetal:

1 – Saturadas, que produzem muito colesterol e outros elementos prejudiciais a saúde, e são de origem animal.
2 – Não saturadas, que se encontram nos vegetais, a não ser o coco da Bahia, cacau e castanha, os quais também possuem gorduras saturadas.

Espero que tenhamos ajudado vocês a compreenderem melhor a classificação dos alimentos. Não monte sua dieta baseando-se em textos da internet. Para isso, existe o nutricionista. Procure um médico e faça os exames adequados. Boa sorte.

O texto foi baseado no livro Lutando juntos por mais vida e saúde nas comunidades.


Receba por e-mail