quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Manual da Andropausa – O homem também envelhece







Muito se fala sobre o organismo feminino e a menopausa, que altera os hormônios e compromete a saúde das mulheres. No entanto, o que poucos sabem é que o homem passa pelo mesmo processo, porém com algumas especificidades. No caso do sexo masculino, a fase é conhecida como DAEM (Deficiência Androgênica do Envelhecimento Masculino), a Andropausa. Ela é um estado clínico gerado depois dos 40 anos, caracterizado pela queda da testosterona, bem como a concomitante presença de sintomas típicos.

Para que os homens não sofram nessa etapa do amadurecimento, é preciso identificar os sintomas, que são: a diminuição da libido (desejo sexual), diminuição do desempenho e da frequência sexual, cansaço físico e mental, irritabilidade e mau humor, perda de massa muscular, aumento de gordura na região abdominal, perda de pelos, alteração da textura da pele, que fica mais fina e seca.

O diagnóstico é feito baseado nas evidências clínicas e pelos baixos níveis sanguíneos de Testosterona.




O que é comum entre as fases masculina e feminina é a aplicação de exercícios físicos para que as pessoas sintam menos os sintomas do processo. Com a vida esportiva ativa, elas melhoram o condicionamento físico, afastam o estresse e o sedentarismo, se tornando ativas e obtendo a tão esperada qualidade de vida.



Os exercícios mais indicados são os aeróbios, os resistidos, os localizados, a hidroginástica, a dança, os alongamentos e até mesmo o pilates.

O envelhecimento é um processo natural do humano e mais feliz a pessoa é quando aceita com naturalidade essa realidade. Com exercícios e uma vida ativa, a idade vai passar e os indivíduos não vão sentir. Se você sentir os sinais da andropausa, procure dois especialistas: o seu médico de confiança e também o educador físico. Com o tratamento hormonal e os exercícios, você estará realizado. Lembre-se, fazer exercícios é sempre um prazer.



Receba por e-mail