quinta-feira, 2 de maio de 2013

Gengibre





Saiba se o gengibre emagrece, se pode ser colocado na água para consumo e muito mais



O gengibre (zingiber officinale) é uma das mais antigas plantas medicinais e populares do mundo. Suas propriedades terapêuticas são resultado da ação de várias substâncias, especialmente do óleo essencial que contém canfeno, felandreno, zingibreno e zingerona. É usado no tratamento contra gripes, tosse, resfriado e até ressaca. Banhos e compressas quentes de gengibre são indicados para aliviar os sintomas de gota, artrite, dores de cabeça e na coluna, além de diminuir a congestão nasal, cólicas menstruais e prevenir o câncer (cancro) de intestino e ovário.


Dicas da vovó: Tem pode cicatrizante de lesões uncerosas do estômago devido à diminuição da acidez estomacal pelo aumento da secreção gástrica.

Contraindicações: gestação e tratamento de infertilidade feminina, lactação, pessoas sensíveis ao álcool, pacientes com câncer estrógeno-dependente e hipersensibilidade a este fitoterápico

“Suas propriedades medicinais são: adstringente, antibacteriano, anti-inflamatório, hemostático, sedativo.”

Gengibre emagrece?

A raiz contém nutrientes como: vitamina B6, cobre, potássio, magnésio, além de pouco calórica. Cada 100g de gengibre tem aproximadamente 46 calorias.

A fama de "emagrecedor" do gengibre se deve a sua ação termogênica. Os alimentos termogênicos são aqueles que quando passam pelo processo de digestão geram um gasto maior de energia, devido as suas propriedades, e por isso aceleram o metabolismo e de certa forma contribuem com o emagrecimento.

No caso do gengibre, a substância responsável pela ação termogênica é o gingerol. Portanto, o gengibre pode sim te ajudar a se livrar dos quilinhos extras, mas somente quando aliado a uma alimentação saudável, balanceada e a prática regular de atividade física.

A recomendação é que se consuma 1 pedaço (pode ser incluído em preparações, sucos, ou mesmo mastigar) de 2cm, 3 vezes ao dia. Mas se preferir, pode fazer um chá com um pedaço de 6cm e tomá-lo 3 vezes ao dia.

Vale ressaltar também, que o consumo exagerado pode ser prejudicial.

Essas informações foram repassadas por Camila Rebouças de Castro, Nutricionista - CRN-3 14.112

Receba por e-mail