segunda-feira, 22 de abril de 2013

Os treinos de corrida







Treinar corrida é apenas, correr. Calma. O conceito está longe de ser assim tão simples. Treinar corrida e planejar todas as etapas para o alcance de um objetivo, zelando pelo bem estar do corpo de da mente, fazendo com que a corrida seja prazerosa e eficaz.

Aquecimento.

Comece o treino com uma corrida leve, apenas para aquecer o corpo e relaxar a mente que estava o dia todo ligada em outros assuntos.

Aumento da irrigação sanguínea dos tecidos: o corpo bem aquecido permite uma permeabilidade vascular. Ele vai acabar oferecendo mais combustível para a atividade, aumentando a eficiência.
Aumento da excitabilidade do SNC (sistema nervoso central): com a intensificação do aquecimento, a contratura muscular aumenta e ela fica apta a atividades mais intensas.
Redução da resistência elástica dos músculos, ligamentos e tendões: eles tornam-se mais elásticos.
Lubrificação das articulações: haverá o aumento de produção de líquido sinovial, evitando o atrito.
Funcionamento mais eficiente do sistema cardiorrespiratório: o sistema cardiovascular vai funcionar melhor.

Qual o tempo adequado para o aquecimento?

Idade do atleta, condições climáticas e tipo de treino irão interferir no tempo de alongamento.

Temperatura: em dias mais frios, o aquecimento deverá ser mais leve.
Tipo de treinamento: cada tipo de treinamento requer um aquecimento.
Idade: dependendo da idade do atleta, o aquecimento poderá sofrer algumas alterações. Quando mais idade, mais lento o processo.
Período do dia: no período da manhã, o aquecimento deve ser gradual, mais longo.

Receba por e-mail