segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Como se prevenir de infartos




Muitas pessoas nem se dão conta da doenças e acabam morrendo sem saber o porque. Se sentiu dor no peito, corra para o médico

Todos os anos são repletos de datas importantes, que servem para pessoas se mobilizarem e se conscientizarem contra inúmero temas. E os problemas do coração também tem uma data específica para acontecer. E depois da semana mundial do coração, muitas pessoas já estão em alerta.

Segundo o ministério da saúde, apenas 2% dos pacientes que tem infarto, conseguem identificar os sintomas. Em 2009, mais de 70 mil pessoas morreram vítimas de infarto no Brasil.

O cardiologista Jamil Schneider falou sobre o tema. Segundo ele, hábitos de vida inadequados levam ao infarto. “Uma dieta rica em açúcar e gordura, associada a níveis de stress e falta de exercícios são preponderantes”, explica.

As dores no peito são os principais sintomas. Elas aparecem mais para a esquerda e são muita intensas. “Essas dores podem irradiar para outras partes do corpo e em outros casos, ficar apenas na altura do estômago. Nem por isso, toda dor é cardíaca”, detalha o cardiologista.

É preciso que as pessoas procurem imediatamente auxílio médico.  “Tempo é tudo quando o assunto é infarto. Assim como existe a frase tempo é dinheiro, tempo é musculo. É preciso preservar o músculo cardíaco”, exclama.

Sendo assim, quando as dores se tornam frequentes e até intensas, de uma hora para outra, procurar o médico imediatamente é uma questão até de vida ou morte.

Receba por e-mail