terça-feira, 26 de abril de 2011

Tudo sobre a micose e seus tratamentos



De manhã, correria para ir ao trabalho. Até o meio dia, milhões de relatórios. A tarde, inúmeras visitas a clientes. Durante a noite, nada de descanso, pois é preciso ir ao cursinho e lapidar alguns conhecimentos.

Ao chegar em casa, meio a tanto estresse, tirar o sapato é algo realmente penoso. A meia deixa o pé úmido, que transpira sem parar e cria o que conhecemos como frieira. No entanto como combater frieira, micoses e seus respectivos cheiros desagradáveis. Como melhorar o conforto dos pés.

Foi pensando nessa questão que o Proporção de Vida encontrou na rede uma reportagem com a opinião da dermatologista e professora da USP Zilda Najjar, repassada no programa Bem Estar.

O que é micose?

Segundo ela, a micose é também conhecida como impinge e se caracteriza por uma lesão arredondada na pele, que pode ter diferentes origens.
Geralmente, as micoses não possuem tempo de cura. Elas podem durar de alguns dias até anos, dependendo das formas de tratamento, condições da pele quanto a umidade e oleosidade.

Quem sua muito pega mais micose, destacou Zilda. As formas de se diminuir isso é tomando mais banhos ao dia e passando antitranspirante. O talco ajuda a absorver a umidade, criando um ambiente menos propício para o fungo, mas o produto não é capaz de curar a doença.

Sintomas da Micose.

Dentro os sintoma da micose estão manchas brancas nas unhas, traumatismo na raiz, falta de vitaminas ou outros males. Se a mancha andar junto com o crescimento da unha, não há motivo de preocupação. Mas, se ela permanecer sempre no mesmo lugar, é preciso investigar as causas.

Esterilizar com álcool equipamentos para cortes de unha é uma das alternativas para não transmitir a doença. A micose ainda pode ser transmitida por abraços, apertos de mãoes, por pessoas que dormem na mesma cama e qualquer contado direto com o local contaminado.

Existem inúmeros tipos de micose. Por isso, procurar um dermatologista é sempre o aconselhável. Manchas na pele podem ainda ser indícios de doenças mais graves, como o Lupos, e o Câncer.

Como prevenir a micose.

Para evitar o problema, é preciso secar bem os dedos e a virilha. Quando a micose é localizada, o tratamento é feito com pomadas na área atingida. Medicamentos de via oral são indicados apenas para unhas, cabeça e áreas extensas.

Cândida, pitiríase e tinha são os principais tipos de fungos responsáveis pela micose, no entanto existem muitos outros.

Quanto a mulheres grávidas, elas não podem tomar os remédios contra a micose, pois pode afetar diretamente a saúde de seu embrião.

Gostou desse post. Indique mais temas de seu interesse. Deixe sua opinião para a gente.

Fonte de Pesquisa: www.globo.com/bemestar
                                                                                

Vídeos sobre a micose.       


Receba por e-mail