sexta-feira, 14 de junho de 2013

Autismo tem prevenção?






O que pode acontecer, em casos específicos, é os pais saberem tudo sobre o problema e aprenderem a identificar traços de autismo mesmo em crianças nascidas há poucos meses. É a partir daí que terapias podem ser desenvolvidas para a criança ganhar vida normal e o autismo ser o menos danoso possível. Os tratamentos precoces não eliminam o autismo, mas fazem com que ele tenha proporções muito menores.



Observação e interação

Os pais precisam prestar atenção no balbuciar das crianças e nas suas interações sociais. É partir desta segunda que os principais traços de autismo são evidenciados.

As crianças autistas tem menores chances de ser atraídas pelos adultos. O segredo é os pais revezarem para brincar com os bebês e ficarem cara a cara com ele. Assim o contato visual será maior e a atenção da criança aumentará.

Cérebro e vivências

Embora as causas do autismo ainda sejam um mistério, os cientistas concordam que existe algum fator genético ou biológico envolvido. Teoricamente, o bebê prefere objetos ao invés de rostos, coisas ao invés de pessoas.

Sendo assim, fica constatado que o autismo não pode ser prevenido. O que pode ocorrer é que os pais identifiquem o problema cedo nos filhos e comecem o tratamento o quanto antes. Assim, seus problemas serão amenizados e o autismo se manifestará em proporções menores do que as crianças que não recebem a devida atenção.

Receba por e-mail