segunda-feira, 11 de março de 2013

Planeje seu treino na semana






Aprenda a planejar seus treinos, melhorar os resultados e se tornar cada vez mais competitivo


A semana está cada vez mais curta. É claro que o tempo não mudou. Os dias continuam tendo as mesmas horas de sempre. Quem está fora de sintonia é o seu humano, que tem cada vez mais tarefas e compromissos. Assim os dias ficam curtos, falta tempo para a saúde e o lazer, já que correr é muito gostoso. É pensando nisso que o Proporção de Vida traz até você o sétimo capítulo do livro Corra, de Mario Sergio Andrade Silva.

A primeira dica é buscar uma periodização. Essa etapa consiste em elaborar o que você pretende durante o ano, ou seja, as metas de treinamento, as provas a serem disputadas e dividir o ano em período de 4 a 6 meses. Esse tempo maior ainda pode ser divido em 4 semanas e microciclos de sete dias. Depois de separados os tempos e delimitados os focos de treinamento, é preciso ir a luta e se motivar a cada dia para melhorar os resultado.


1 – Pré-Base (de 1 a 3 semanas): O corredor começa a testar seus limites, a fazer atividades e voltar a ver quanto fôlego possui.


2 – Base (4 a 8 semanas): É preciso intensificar um pouco o ritmo e perceber se o seu corpo vai se acostumando as novas distâncias e velocidade. Você terá uma média de quanto consegue melhorar e como estipular novas metas ao decorrer do ano.

3 – Específico ( de 4 a 6 semanas): Intensifique um pouco mais o treinamento e comece a simular algumas situações como saltos, subidas, acelerações. Isso vai lhe ajudar muito.

4 – Preparação final (2 a 4 semanas): Nessa fase, o treino deve ser reduzido pela metade. É preciso subdividir em mais 2 categorias. O treino pré-competitivo e o competitivo.

Pré-competitivo: É a redução dos treinos e a busca da adaptação pelas exigências que a prova exige. Você treina com intensidade maior que a prova e depois vai reduzindo até os padrões da prova.

Competitivo: Nessa etapa os treinos são bem leves e o descanso deve ser o foco, bem como a alimentação. É importante não ganhar nenhuma grama.

Como aplicar esses conceitos?

O profissional qualificado é a sugestão possível. Ele irá ver suas necessidades e elaborar um treino preciso, além de incentivá-lo o tempo todo. O segredo pode ser mesclar treinos longos com regenerativos. Após um treino forte, o mais indicado é sempre um treino leve.

Uma dica interessante, é, sempre, manter um objetivo bastante delimitado. É a busca por esse sonho que o fará não desistir nunca.


Receba por e-mail