terça-feira, 14 de maio de 2013

Exercício + Cerveja – Uma combinação que não dá certo







O trabalho foi cansativo e ainda existem horas vagas até o sono. O Happy hour parece ser a melhor pedida. No entanto, isso acontece com frequência. CUIDADO. Brindar com essa frequência pode fazer mal para a sua saúde e acabar com os resultados positivos do treinamento. Veja alguns pontos a serem pensados antes do consumo




Efeitos colaterais: pesquisas acadêmicas mostram que as bebidas alcoólicas podem causar benefícios a saúde. Além de imaturas, essas pesquisas incentivam o consumo de grandes vilões no organismo. O álcool é mais calórico que o açúcar e se consumido em excesso, faz mal em todos os casos. E mesmo quem toma pouco, aos poucos, pode tomar mais e mais. O álcool, se consumido frequentemente, causa efeitos. Ele atormenta o sono tranquilo, influencia no apetite, faz as pessoas perderem os hábitos alimentares e incentiva a alimentação de frituras e acompanhamentos não adequados para quem prima pela saúde.

Desempenho na berlinda: a bebida desidrata o organismo e, praticar exercícios na manhã posterior a uma bebedeira pode trazer grandes riscos. A circulação de sangue piora.



Como beber com moderação: O álcool reduz o nível de estresse, só que não tem dose segura de consumo. Alguns podem até pensar que beber antes de competições pode deixar a pessoa livre de problemas e melhorar a eficiência dos exercícios pelo fator psicológico, mas isso é conversa fiada.

Saiba como funcionam as cervejas light e sem álcool e veja se elas podem ser inseridas na dieta.

Comemore com moderação: a cada feito na vida, as pessoas comemoram e, infelizmente, a cerveja é sinônimo de comemoração. Durante a semana, todos comemoram alguma coisa, o pré-jogo do time, o aniversário, a data especial de namoro, enfim. Sempre vai haver o que comemorar e se você for “na pilha” de todo mundo, vai beber todo dia.

Receba por e-mail