terça-feira, 23 de abril de 2013

Sexo é bom pra saúde





Veja 10 motivos para fazer sexo e ganhe saúde buscando o prazer

Sexo não é um esporte, mas sua prática ajuda na saúde até mais do que futebol, natação e outras modalidades. Pesquisas recentes apontam que pessoas que fazem sexo frequentemente vivem mais, com menos problemas cardíacos e menor probabilidade de desenvolver certos tipos de câncer.

Na Escócia, estudos mostram o sexo faz bem ao organismo de diversas formas. A pesquisadora Beverly Whipple, entretanto, afirma que não é possível estabelecer se o sexo faz com que as pessoas sejam mais saudáveis, ou se pessoas mais saudáveis tendem a fazer mais sexo.

Veja então 10 benefícios de uma vida sexual ativa

Viva mais: Quando o assunto é homem, pesquisas apontam que fazer sexo duas vezes por semana traz longevidade. Homens pesquisados que fizeram sexo apenas uma vez por mês envelheceram mais rápido. Portanto, faça sexo para se manter jovem e viver mais.

Reduz problemas no coração: Problemas cardíacos fatais são evitados com sexo duas vezes por semana. Pesquisas britânicas apontaram essa realidade.

Regule a pressão sanguínea: Fazer sexo com regularidade diminui a pressão sanguínea. Mesmo em situações de estresse, a pressão se mantém estável.

Afasta o câncer de mama: Estudos franceses apontaram que o sexo vaginal com pouca frequência faz as mulheres terem três vezes mais chances de câncer de mama.

Afasta o câncer de próstata: Pesquisas dos Estados Unidos apontam que homens que fizeram sexo mais de três mil vezes durante a vida têm 50% menos chances de desenvolver câncer de próstata que aqueles que têm menor frequência sexual.

Diminuição da dor: Várias pesquisas mostram que o sexo ajuda a aliviar dores na coluna, além de melhorar enxaquecas.

Emagrecimento: Um estudo feito na Alemanha descobriu que adultos que fazem sexo mais frequentemente tendem a ser mais magros. O sexo queima cerca de 60 calorias, o que soma aproximadamente 700 calorias durante um mês inteiro de sexo três vezes por semana.

Melhore os níveis de hormônios: Um grupo de homens recebendo tratamento para disfunção erétil tiveram melhoras nos níveis de testosterona quando passaram a fazer sexo mais frequentemente. Aqueles que tiveram uma atividade sexual oito vezes por mês tiveram um aumento maior do hormônio do que aqueles que tiveram uma frequência sexual menor.

Menopausa: Mulheres nigerianas que estavam entrando na menopausa sentiram menos ondas de calor quando faziam sexo mais frequentemente. De acordo com Brody, isso acontece porque o sexo ajuda a regular os níveis hormonais do corpo, o que pode ajudar a amenizar os efeitos da menopausa nas mulheres.

Melhor sêmen: Três estudos mostram que homens que fazem sexo regularmente têm um maior volume de sêmen, uma maior contagem de espermatozoides e um esperma mais saudável.

No entanto, mesmo mediante todos esses benefícios, o texto serve apenas como curiosidade. Essas pesquisas não têm laudos perfeitos nem causas dos resultados. O sexo, apenas de bom, deve ser uma ação pensada. O uso de preservativos é fundamental e ele não deve ser feito indiscriminadamente. O conhecimento do parceiro é fundamental.


Receba por e-mail