segunda-feira, 25 de março de 2013

A comida orgânica e o crescimento dos bebês – Ela interfere?





Veja como a comida orgânica pode influenciar no crescimento dos bebês


Alimentação. Se antes a preocupação da população era comer bastante, para crescer forte, hoje ela está ampliando seus conceitos, devido aos altos números de obesos no mundo. E essa preocupação começa cada vez mais cedo, com os pais indo à busca da melhor gama de produtos para seus filhos. E é nessa discussão que entram os alimentos orgânicos.


Geralmente, as plantações convencionais usam pesticidas para proteger as colheitas de fungos, insetos e doenças. Quando os agricultores pulverizam pesticidas, os resíduos dos produtos podem impregnar as plantações. Já os produtos orgânicos carregam resíduos de pesticidas significativamente menores em comparação ao produto convencional.

E é a combinação de alimentos orgânicos com a dieta das crianças que pode definir uma vida melhor aos jovens. Isso porque elas consomem menos hormônios e tem desenvolvimento mais natural. Com os adultos, a interferência desses resíduos não é tão intensa, mas com os menores, sim.



Pesquisas feitas nos EUA não apontam que os alimentos convencionais são mais ou menos nutritivos que os orgânicos. O problema evidenciado, fica sendo apenas a contaminação das crianças com resíduos tóxicos.

Alguns pais preferem os alimentos orgânicos porque é ambientalmente amigável. Outros tantos preferem apenas pelo gosto ser mais natural. Enfim. Enquanto nenhum parecer concreto é dado, as discussões continuam.

Fonte: Jay L. Hoecker, M.D. | Mayo Clinic

Receba por e-mail