domingo, 17 de fevereiro de 2013

Aprenda a melhorar a autoconfiança e completar com tranquilidade as corridas






Proporção de Vida dá dicas a atletas amadores a começarem a cumprir as provas de maneira mais fácil e vencer os problemas psicológicos


Está tudo pronto. A inscrição para a corrida foi feita com sucesso, a viagem foi perfeita e você está parado(a) no ponto de largada. É nessa hora que o psicológico pode interferir nos seus resultados. Foi por isso que a gente traz até você dicas da revista Runners World para melhorar a autoconfiança e se superar nas corridas oficiais.



Acesse a página do Proporção de Vida, curta e saiba dessa e de muitas outras dicas para treinamentos.

Para fortalecer a confiança em si mesmo, a melhor dica é treinar. O treino não deve ser cômodo. Você deve procurar um profissional qualificado, que vai medir sua resistência e lhe indicar a intensidade certa de treino. A medida que o tempo passa, você vai melhorando seu condicionamento, correndo distâncias maiores e de forma mais rápida. O atleta mais confiante é aquele melhor preparado para o desafio. Veja a distância total da prova e o tempo médio dos líderes. Faça as contas e estipule o seu ritmo. Se ainda não consegue, comece mais devagar e aumente a intensidade dos treinos de acordo com o seu fôlego.

Veja também um texto com dicas para enfrentar bem as viagens e estar preparado para as provas.

Veja agora os principais medos dos atletas que afetam diretamente a autoconfiança.

Não completar a prova: Novas distâncias podem intimidar. Comece a treinar para a prova e aumente um pouco a distância percorrida. Quando você tiver preparo para correr mais que o percurso oficial, a confiança será total.

Veja também as dicas de como treinar aproveitando o sol e não prejudicando a pele com queimaduras.

Terrenos Acidentados: Às vezes, a prova pode ter subidas e descidas. Se você sabe que vai encontrar esses desafios, não treine no plano. A dica é simular também os morros, subindo e descendo ladeiras. Assim você aumenta sua confiança e também conhece seu ritmo para ambas as situações.

Não controlar o ritmo: Às vezes, você acha que pode correr mais no começo da prova. O seu ritmo deve ser medido no treino e, na prova, ele já deve estar delimitado. Você só pode aumentar a velocidade na corrida no final, se achar que pode. Sempre vale mais manter o ritmo e completar a prova perto do seu limite do que se desgastar no começo e não aguentar o percurso.

Perder o gás: Concentrar-se na respiração é o mais indicado. Você tem que pensar em correr de forma técnica. Aplique na prova, os conceitos do treinamento. Se pensar que os metros finais não chegam, o psicológico vai influenciar.

Veja abaixo o quadro da revista para aumentar a autoconfiança.


Receba por e-mail