sexta-feira, 25 de março de 2011

Tudo Sobre Mau Hálito



Você comeu um gambá?

Poisé. A pergunta é engraçada, mas o tema muito constrangedor. O mau hálito é um problema que afeta muitas pessoas em todo o Brasil. 

Mais quais as causas do mau hálito? Tem tratamento? É estomacal?

Mau hálito afeta milhões de brasileiros que não 
conseguem a cura e tentam inúmeros tratamentos
Tentaremos responder todas essas perguntas no post abaixo, baseado em reportagem do site Bem Estar, novo programa matinal da TV Globo. Na oportunidade, foi entrevistada a dentista Luciana Marocchio.


Causas do mau hálito.

Segundo Luciana, o mau hálito é causado por bactérias. Quando elas trabalham em demasia, expelem gases de enxofre. É assim que o mau cheiro surge.

Sendo assim, o primeiro mito de que o estomago é o causador do mau hálito cai. Em 90% dos casos, tem origem na própria boca. Outras afirmações como transmissão pelo beijo, odor de fome também estão descartadas.

E quem pensa que o caso é simples, pode ir se informando.

Dentre todas as causas estão má escovação, falta de saliva, crosta branca na língua (saburra, que acumula restos de comida e células que fermentam), inflamações na gengiva (gengivite) e resíduos de alimentos e saliva nas amídalas.

Como escovar os dentes.

Os números podem até assustar, mais segundo Luciana, uma escovação correta deve durar entre 15 e 20 minutos. Difícil é dedicar tanto tempo assim a tal ato em dias de correria com os de hoje em dia.

Se uma escovada a cada refeição então, esse tempo vai multiplicar. Além da escovação normal, a higiene bucal precisa de fio dental na parte da manhã e uma outra passada a noite, antes do sono.

Algumas pessoas precisam tomar ainda mais cuidados, como os portadores de aparelhos ortodônticos, que devem ter escova especial.

O enxágüe deve ser com produtos a base de álcool, para exterminar as bactérias que sobrarem.

A periodicidade de freqüência no consultório do dentista é de no mínimo uma vez por ano.





Veja um vídeo de como escovar os dentes da maneira correta.




Conheça o Halímetro.

Fonte: Site Globo.com/BemEstar

O halímetro é o aparelho que mede o hálito pela quantidade de enxofre na boca. De 0 a 100, é um nível normal. Entre 100 e 2.000, a pessoa deve procurar tratamento. Em 2 ou 3 semanas de acompanhamento no consultório, o paciente já começa a apresentar resultados.

Mas, para evitar o problema, alguns cuidados básicos são recomendados, como tomar bastante água (2 litros por dia) e não ficar muito tempo sem comer (fazer cerca de 6 refeições ao longo do dia, a cada 3 horas), para que o metabolismo e o corpo funcionem da maneira correta. Além dessas dicas, barrinhas de cereal, que contêm fibras; frutas como maçã e laranja; e balas de menta podem ajudar.

Mais vídeos sobre o mau hálito.


Receba por e-mail